No dia 11, vamos receber um convidado pra lá de especial. Pedro Mauro, nosso Lorde brasileiro (e paulista), vem à nossa casa celebrar o Arraial da Mythos! Mas nem todo mundo ainda conhece este desenhista sensacional.

História da história – Prazer, Pedro Mauro.

Pedro Mauro Moreno nasceu em Nova Europa, no estado de São Paulo, aqui no Brasil.

Desenhista muito precoce, seu primeiro trabalho de quadrinhos publicado foi ainda na adolescência para a série western “Pancho”, da Taika Editora. Mais tarde, ele trabalhou como ilustrador no setor de publicidade, desenvolvendo storyboards para grandes agências internacionais e desenhando para revistas e livros em São Paulo.

Em entrevista concedida ao Tex Willer Blog, quando indagado sobre sua carreira, Pedro respondeu:

Fiz o meu primeiro trabalho profissional quando tinha 16 anos como assistente de um grande desenhador, Ignacio Justo, que desenhava histórias sobre a Segunda Grande Guerra. Ele foi o meu mestre, e eu assinei algumas histórias de guerra com ele. O editor viu que eu gostava de desenhar cowboys, confiou em mim e convidou-me para desenhar um personagem, Pancho, no estilo western spaghetti que, aliás, fazia muito sucesso na época. Já comecei com uma revista mensal de 28 páginas e capa, e desenhei westerns por dois anos.

Na década de 1990, Pedro foi convidado a trabalhar e a viver em Nova York, onde permaneceu por 12 anos sendo representado e trabalhando nos Estúdios Paul Santa-Donato.

Ele retornou aos quadrinhos em 2013 com uma série sobre uma famosa pirata feminina, “Back From The Dead Red”, autoria de Carlos Stefan, ainda inédito.

Em 2014, Pedro começou a colaborar com a Sergio Bonelli Editore (Itália), desenhando um episódio de “Adam Wild”, de Gianfranco Manfredi.

Na citada entrevista, quando perguntado sobre seu ingresso na Sergio Bonelli Editore, Pedro esclareceu:

O meu primeiro contato com a Bonelli foi, na realidade, através de Gianfranco Manfredi. Como eu estava trabalhando na minha história de piratas, passei a publicar os meus desenhos e estudos na minha página no Facebook. Em janeiro de 2014, recebi uma mensagem do Gianfranco convidando-me para desenhar dois episódios de Adam Wild, seu novo personagem para a Bonelli. Trocamos e-mails e comecei a desenhar meses depois.

Pedro atualmente reside em seu estúdio na cidade histórica de Itu, no interior de São Paulo.

Quer conhecer mais sobre esse Lorde e entender o motivo do apelido? Confira só a galeria de obras dele:

https://www.pedromauro.com/

O Facebook:

https://www.facebook.com/pedro.mauro.31

 

Facebook
Twitter
RSS
Google+
http://mythologico.com.br/minibio-especial-quem-e-pedro-mauro/
Joana Rosa Russo
joanarrt@gmail.com

6 thoughts on “[MINIBIO ESPECIAL] – Quem é Pedro Mauro”

  1. Tenho o álbum Gatilho da dupla Carlos Estefan e Pedro Mauro e é magnífico. Adam Wild está na minha lista de sonhos bonellianos de consumo junto com Le Storie, mas não serei abusado e já ficarei feliz se Nathan Nathan Never e Nick Raider forem renovados para 2019.

  2. Me lembro do vídeo em que a Joana comenta os haters do traço do Pedro “poluído é a sua mente” shusahsauha

    Falando sério agora, o traço do Pedro Mauro é maravilhoso! Eu comprei o sketchbook dele na última CCXP e é algo lindo só para se admirar, é uma pena que o nosso artista nacional não tenha muitas publicações atuais (além do Gatilho). A Myhtos pretende trazer a série dele da Bonelli?

    1. Ah foi mesmo! Fiquei doida com aquilo! Como assim o traço do lorde é poluído?! hahahaha

      Hum… Será que terá? Vish…

  3. seria interessante dizer o endereço.
    Acredito que há pessoas que não sabem onde fica o tal Arraial da Mythos, ou será que só eu, nesse mundo de Deus
    não sabe?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *